Bernardino Albuquerque assume coordenação de Medicina da Faculdade Santa Teresa

O curso foi avaliado com nota máxima 5 pelo Ministério da Educação (MEC).

0
33

A Faculdade Santa Teresa (FST) anuncia como coordenador do recém-criado curso de Medicina da instituição, o médico infectologista Bernardino Albuquerque, referência em doenças tropicais. O médico é um dos nomes de relevância na criação da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas (FMT-AM), onde atuou como diretor-presidente. Bernardino também foi diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

A primeira turma de Medicina da FST iniciou no último dia 11 de março. O curso foi avaliado com nota máxima 5 pelo Ministério da Educação (MEC). O projeto pedagógico, conforme explica a diretora geral da faculdade, Amanda Estald, segue a estrutura regulamentada pelo MEC e tem como destaque e diferencial a adoção da metodologia de ensino ativa, em que o aluno tem contato com a prática da profissão, desde quando ingressa no curso.

Bernardino Albuquerque destaca a importância do novo curso. “Temos um vazio demográfico de profissionais, especialmente no interior do estado, onde não conseguimos alcançar o patamar mínimo do número de médicos em relação à população. O curso de Medicina da Santa Teresa chega, portanto, para contribuir na mudança desse cenário, formando novos profissionais para o mercado de trabalho”, ressaltou.

Uma novidade, apresentada por Bernardino Albuquerque, são as atividades de extensão com ações junto à comunidade, antes consideradas disciplinas optativas e, atualmente, estão como requisito obrigatório assegurado pelo Ministério da Educação. “Estamos organizando uma programação em pontos centrais, para execução de atividades de extensão, com a finalidade de diagnosticar e resolver problemas que afligem a população”, explica.

Bernardino cita como diferencial do curso da FST, em relação às instituições clássicas de formação médica, a metodologia de ensino ativa e baseada em evidências, com a presença do estudante, desde o primeiro semestre de estudo, nas unidades básicas de saúde, para que possa entender o funcionamento, tenha convivência com os casos e com a comunidade. “Aprender a prática da relação médico e paciente”, acrescenta.

Nesse contato com a prática, o coordenador adianta o convênio com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), através do qual os alunos poderão acompanhar e ajudar no atendimento, tendo como preceptores profissionais que já atuam no serviço público, nas áreas de Medicina e Enfermagem. “O nível de complexidade do aprendizado também se faz presente nessas situações práticas, na medida em que o aluno recebe o conteúdo teórico a ser aplicado no dia a dia da profissão”, frisou.

Bernardino Albuquerque é formado em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e tem Mestrado em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É professor aposentado pela Ufam, onde atuou por 48 anos, e é docente da Fametro. Além de diretor-presidente da FMT e da FVS, foi subsecretário estadual de Saúde e coordenador da Funasa no Amazonas.

A Faculdade Santa Teresa fica localizada na rua Acre, Nº 200, bairro Nossa Senhora Das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus. Informações sobre o Curso de Medicina e graduações oferecidas, é só acessar o site www.faculdadesantateresa.edu.br ou pelos telefones  (92) 3090-3020 e 98403-0034.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui