Avião Solidário da Latam beneficia mais de 1,5 mil ribeirinhos em 3 anos de parceria com Amazone-se

Projeto Amazone-se apoia comunidades ribeirinhas amazônicas em saúde, geração de renda e educação

0
54

O Avião Solidário da companhia Latam está celebrando três anos de parceria com o projeto social Amazone-se. O programa, que coloca à disposição da América do Sul toda a experiência logística e a conectividade da companhia, já transportou gratuitamente, para Santarém (Pará), mais de 40 voluntários e 9,7 mil toneladas de cargas, o que viabilizou mais de cinco mil atendimentos de saúde, 270 exames de ultrassom, 3,6 mil procedimentos odontológicos e a entrega de mais de 410 óculos de grau, impactando mais de 1,5 mil ribeirinhos de 20 comunidades da região.

Criado e desenvolvido na ONG Base Colaborativa desde janeiro de 2019, o projeto Amazone-se apoia as comunidades ribeirinhas da Amazônia em ações de voluntários com foco em saúde, geração de renda e educação.

“Nossa parceria com a Latam torna possível as ações do projeto. A logística e os custos são muito elevados e juntos levantamos voo carregando esperança, realizando sonhos e entregando mais de 5 mil atendimentos de saúde. Construir uma sociedade mais justa é responsabilidade de todos, tanto nossa como cidadãos, quanto das empresas”, afirma Danielli Serra, gestora do projeto social Amazone-se.

Segundo Lígia Sato, líder do setor de Sustentabilidade da Latam, “essa parceria reflete o compromisso da empresa de utilizar as aeronaves para fazer a diferença na vida das comunidades mais vulneráveis e remotas de um país como o Brasil, que tem dimensões continentais e depende do avião para se desenvolver”.

Avião Solidário: Compromisso com a Amazônia e o Brasil

Em 11 anos de existência, o programa Avião Solidário já beneficiou mais de 140 milhões de pessoas no Brasil com o transporte gratuito de mais de 921 toneladas de cargas, 4,6 mil animais e 282 milhões de vacinas contra a Covid-19 para todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. O volume de vacinas, aliás, equivale a mais de 70% do total de doses embarcadas pelo setor aéreo dentro do País desde 2020. Em 2022, além do Amazone-se, o programa consolidou parcerias com diferentes instituições no Brasil, como Amigos do Bem, Associação Caatinga, Instituto Rodrigo Mendes e SOS Mata Atlântica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui