Sete dicas da Serasa para aproveitar as promoções e evitar ciladas no Dia do Consumidor

O 15 de março, data que estimula promoções especiais de empresas e descontos mais generosos do setor de varejo, requer atenção aos direitos e deveres do consumidor

0
46

Mais que uma data fixa no calendário de empresas e lojistas de todo o Brasil, o Dia do Consumidor é também uma oportunidade para conscientizar as pessoas sobre seus direitos e deveres ao aproveitar as promoções. Em meio à maior iniciativa de combate ao endividamento e educação financeira já realizada no país – o MegaFeirão Serasa e Desenrola, que reúne 700 empresas, o Programa Desenrola Brasil, os Correios e as concessionárias de energia e água –, a Serasa se junta às instituições públicas e privadas para lembrar os cuidados essenciais voltados ao consumo responsável e à proteção dos consumidores.

Especialista em educação financeira da Serasa, Clara Aguiar observa que o caminho para realizar compras com consciência passa, inicialmente, pela busca de informações sobre a relação com o dinheiro. “O conhecimento sobre as finanças é a chave para tomar decisões mais acertadas na vida financeira, seja no Dia do Consumidor ou em outras ações do cotidiano”, explica. Clara traz as sete principais dicas da empresa para aproveitar a data com consciência e não cair em armadilhas em lojas físicas ou online:

1.Conheça os direitos do consumidor

Estar ciente de seus direitos como consumidor é fundamental para entender como se comportar antes, durante e depois das compras. Alguns dos principais direitos presentes no Código de Defesa do Consumidor (CDC) – Lei nº 8.078/1990 – são:

● Direito à informação (artigo 6º, inciso III): direito de receber informações claras e precisas sobre o produto ou serviço que está comprando.

● Direito ao arrependimento (artigo 49): direito de se arrepender por ter comprado um produto ou serviço, solicitando a devolução do dinheiro em até 7 dias após a entrega da mercadoria (válido para compras fora da loja física).

● Direito à assistência técnica (artigos 18 e 26): o consumidor tem até 30 dias para pedir assistência para produtos e serviços não duráveis e até 90 dias para produtos e serviços duráveis.

● Direito à devolução (artigo 18): se o consumidor comprou um produto com defeito ou que não tenha entregado o que foi prometido, ele tem direito à devolução; geralmente o prazo para reclamação é até 30 dias.

2. Planeje com antecedência e faça uma pesquisa abrangente

O planejamento prévio ajuda a evitar gastos impulsivos e a focar nas ofertas que realmente interessam. Assim, faça uma lista dos itens que deseja comprar e estabeleça um orçamento realista.

Depois disso, dedique algum tempo para pesquisar online e offline antes do Dia do Consumidor. Verifique os preços em diferentes lojas e plataformas para garantir que está fazendo o melhor negócio.

3. Acompanhe de perto as promoções

Depois de definir quais serão as compras, é fundamental acompanhar de perto promoções, cupons de desconto, condições especiais. A dica é se cadastrar em sites ou aplicativos que oferecem alertas de preço para os produtos que deseja comprar. Assim, o sistema enviará notificações quando os preços caírem.

Aproveite também os programas de fidelidade. Muitas lojas oferecem descontos extras ou pontos de recompensa para membros de programas de fidelidade. Verifique os benefícios adicionais para o Dia do Consumidor.

4. Apoie iniciativas e o comércio local

Prestigiar empresas locais e aquelas que demonstram compromisso com práticas comerciais éticas e sustentáveis é uma atitude que melhora a qualidade de vida da cidade.

Essa prática incentiva a economia local e reduz a necessidade de transporte de produtos, reduzindo o impacto ambiental da queima de combustíveis.

A dica é conferir o local de fabricação antes de comprar um produto. Assim é possível escolher o que foi produzido em locais mais próximos.

5. Avalie empresas online

Compartilhar experiências como consumidor, avaliando empresas e produtos online, ajudam outros consumidores a tomar as melhores decisões de compra, além de incentivar práticas comerciais transparentes. Sites como o Reclame Aqui são bons termômetros em relação a atendimento e resolução de problemas.

6. Denuncie práticas abusivas

Se encontrar práticas comerciais abusivas ou que considerar desonestas, denuncie aos órgãos de defesa do consumidor. Essas denúncias ajudam a promover a fiscalização e a proteger outros consumidores.

  1. Acompanhe as ofertas após o Dia do Consumidor
    Nem todas as ofertas são limitadas à data comemorativa. Algumas lojas estendem suas promoções por alguns dias. Então, caso não tenha encontrado uma boa oferta para o produto que estava querendo, continue acompanhando mesmo após o Dia do Consumidor.

Clara Aguiar ainda reforça um cuidado essencial com golpes e fraudes durante a data comemorativa, especialmente no ambiente digital. “Entre as estratégias adotadas para captar vítimas, encontram-se páginas e anúncios falsos de produtos nas redes sociais, com mensagens sedutoras para atrair os consumidores em busca de promoções”, informa. “Em caso de qualquer dúvida, não clique e verifique a veracidade das condições diretamente nos canais oficiais das marcas”.

Para conhecer outras dicas, confira o artigo do Blog da Serasa sobre o Dia do Consumidor.

Sobre a Serasa 

Com o propósito de revolucionar o acesso ao crédito no Brasil, a Serasa oferece um ecossistema completo voltado para a melhoria da saúde financeira da população por meio de produtos e serviços digitais.  

Mais informações em www.serasa.com.br e pelas redes sociais no @serasa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui