#PARTIUPARINTINS: Começa a contagem para o Festival e embate entre Garantido e Caprichoso

Sambódromo será o grande cenário para o embate entre os dois bumbás. FOTOS: Divulgação/SEC.

DA REDAÇÃO

PARINTINS -|Vai começar a contagem para o início do 55º Festival Folclórico de Parintins. Na sexta-feira (24), dia de São João, um dos santos festejados em junho com maior sincronia com as festividades dos bumbás, o Garantido entra na arena do Bumbódromo, às 20h, para apresentar a primeira parte de seu tema “Amazônia do Povo Vermelho”. O Caprichoso encerra a primeira noite, também contando “Amazônia, nossa história em poesia”.

Além da saudade pelos dois anos de ausência, ambos os bois devem consolidar na arena, a defesa do meio ambiente, da cultura amazônica e da identidade dos povos tradicionais e indígenas. Pelos ensaios dos dois bois, realizados no bumbódromo na terça-feira (Caprichoso) e na quarta-feira (Garantido) o indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês, Dom Phillips, estarão entre os homenageados, além de várias personalidades dos bois, perdidos durante a pandemia.   

Para colocar os bois na arena em 2022, as agremiações receberam aporte do Governo do Amazonas de R$ 5 milhões, cada.

PORTO DE PARINTINS

Na quinta-feira (23), chegam a Parintins grande parte dos barcos que levam os visitantes para o Festival Folclórico. Parte do porto estava interditada por determinação do DNIT, que apontou problemas estruturais que poderiam trazer problemas à segurança dos passageiros e tripulação. Estado e prefeitura de Parintins tentaram contornar o problema e o DNIT, por ofício ao Estado, disse ter um plano de ação para reabrir o porto ainda hoje e solicitou do Estado apoio de efetivo da Policia Militar e Corpo de Bombeiros para ajudá-los no ordenamento do desembarque no porto, o que teve o sim do Secretaria de Segurança. O porto vai ser reaberto.

POSTA NO INSTA

FOTO: Antônio Lima/SEC.

E quem deixa Manaus para ir a Parintins pode fazer o registro em alto estilo. A balsa amarela, na Manaus Moderna, ganhou um portal instagramável para os amantes do Festival Folclórico de Parintins começarem a colecionar os seus momentos no festival, desde o momento do embarque. Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz a ação é um estímulo para gerar mais engajamento para a festa.

MODA E ECONOMIA CRIATIVA

O Festival também movimenta a economia em diferentes setores. FOTO: Liam Cavalcante/SEC.

O colorido da Amazônia e a criatividade dos artistas parintinenses produzem artigos de moda como adereços, brincos, colares e cocares que viram febre entre os brincantes do Festival Folclórico de Parintins. A geração de emprego e renda e o fortalecimento da cultura amazônica movimentam a economia criativa da Ilha Tupinambarana. Destaque para ombreiras trabalhadas com miçangas, penas, tiras de couro, de forma simétrica ou assimétrica e os maxi colares inspirados nas peças utilizadas pela etnia Kaiapó.

Herlesson Maia, que se dedica à moda, mantém um ateliê que emprega oito profissionais atualmente e não tem horário de agenda para novas entregas. Ele defende a abertura e manutenção, durante todo o ano, de mais ateliês como o dele, não só em Parintins, mas também em Manaus e outras cidades.

SENSIBILIZAÇÃO NO TURISMO

FOTOS: Tadeu Rocha/Amazonastur

É ótimo receber os turistas e participar da grande festa. Mas também é necessário um olhar atento. E por isso a Amazonastur fez um trabalho prévio de sensibilização e ordenamento em 65 estabelecimentos locais, em parceria com Corpo de Bombeiros, Polícia Turística da Polícia Militar, Polícia Civil (PC-AM), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam).

Entre as ações, campanhas de orientação contra abusos sexuais de crianças e adolescentes; a utilização de penas naturais, que é proibida em cocares e adereços; e também todas as informações para a segurança do turista.

DEFENSORIA – E como ninguém está livre de problemas em festas populares com a presença de milhares de pessoas, a Defensoria Pública definiu um horário especial para atendimento durante o Festival Folclórico de Parintins. O Polo do Baixo Amazonas, vai funcionar em esquema de plantão entre os dias 24 a 27 de junho, das 8h às 18h. A População pode acionar o plantão para casos urgentes relacionados a discriminação, violência contra mulher, criança e idosos, entre outros. O atendimento será feito, exclusivamente, por meio eletrônico, via Whatsapp (92 98558-8797), ligação telefônica (92 98455-6153) ou e-mail (dpe.polobaixoamazonas@gmail.com).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui