#PARTIUPARINTINS: Circuito+Cultura oferece programação alternativa aos visitantes Cultura

Além de arena do espetáculo, o bumbódromo também será palco das diversas artes. FOTO: Michael Dantas/SEC.

MANAUS – |Reta final para a realização do 55º Festival Folclórico de Parintins, o “maior festival de todos os tempos”. As apresentações dos dois bois, Garantido e Caprichoso, acontecem de sexta-feira a domingo (de 24 a 26) e os visitantes que estiverem na cidade, além do bumbódromo, podem ter experiências diferenciadas com o “Circuito +Cultura”, com visita mediada ao bumbódromo, shows do Trio Panavueiro e a Estação+Cultura, com apresentações, exposições coletivas de artes, espaços instagramáveis, feira de economia criativa e galerias de Caprichoso e Garantido. A programação foi formatada pelo Secretaria de Cultura e Economia Criativa, do governo do Amazonas.  

A visita mediada, com apoio do Liceu de Artes e Ofício Claudio Santoro estará disponível a partir de quarta-feira (22), com ponto de partida no hall do Centro Cultural Bumbódromo. Os visitantes, em grupos de 10 pessoas, farão um roteiro de 40 minutos pelas instalações do bumbódromo. As inscrições podem ser feitas na bio da @culturadoam no Instagram.

Entre os destaques da visita ao Bumbódromo está a exposição “Perspectivismo Amazônico: A Nossa Antropologia”, em comemoração aos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Com curadoria de Diego Omar e Jandr Reis, a mostra reúne obras dos artistas Kemerson Freitas e Alziney Pereira, do Curumiz, Dennis Amoedo, Dermison Salgado, Josinaldo Mattos, Pito Silva e Levi Gama.

Mural a vitóra da cultura popular, na área externa. FOTO: Michael Dantas/SEC.

Já na área externa, o público pode conferir o “Mural Vitória da Cultura Popular”. A obra de assinatura do Curumiz utiliza a técnica do grafismo para colorir a fachada do centro cultural. O mural de quase 800 metros quadrados exibe, de cada lado, a arte representada pelos bois-bumbás vermelho e azul.

O projeto “Parintins – Galeria Cidade Aberta” também compõe o “Circuito +Cultura”. São mais de 2 mil metros quadrados de muros coloridos por artistas de Parintins, que não estão na cadeia produtiva dos bois-bumbás.

As obras abordam a temática indígena, a cultura cabocla, as cosmologias amazônicas, as festas e tradições parintinenses. Os muros do Liceu de Artes e Ofício Claudio Santoro, Planeta Boi e do estádio Tupy Cantanhede, entre outros, receberam pinturas artísticas. 

Ainda no entorno do Bumbódromo estão as esculturas em alto relevo de artistas parintinenses que retratam a cultura local, as belezas naturais e o cotidiano caboclo. São 22 obras em cimento, dos membros da Associação de Artistas Plásticos de Parintins (AAPP), construídas no ano de 2000 e restauradas pelo Governo do Amazonas.

Trio Panavueiro – Sob o comando de Helen Veras, o trio Panavueiro vai circular na sexta-feira, no sábado e no domingo, das 15h às 17h, pelos principais pontos da Ilha Tupinambarana. Entre os convidados estão Enéas Dias, Felipe Jr., Balanço da Toada, Adriano Aguiar, Caetano Medeiros e Toada de Roda, com concentração a partir das 14h, no Centro de Parintins.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS