Mantenedora da FST, Maria do Carmo Seffair é empossada na Academia de Literatura, Arte e Cultura da Amazônia

Maria do Carmo Seffair ocupa a cadeira de número 54 da academia, criada, neste ano, para reforçar as ações nas diferentes vertentes culturais. Foto: Divulgação.

A mantenedora da Faculdade Santa Teresa (FST), Maria do Carmo Seffair, foi empossada na cadeira de número 54, da Academia de Literatura, Arte e Cultura da Amazônia (Alaca). Criada neste ano, a instituição tem o papel de reforçar as ações nas diferentes vertentes culturais.

A Alaca conta com membros de diversas áreas, referência nos segmentos literário e cultural, como advogados, professores, jornalistas, médicos e economistas. O presidente da Alaca, o jornalista e escritor Rômulo Sena, ressalta que é uma honra poder empossar a empresária Maria do Carmo Seffair, “uma mulher que tem uma grande contribuição na sociedade amazonense”.

Maria do Carmo Seffair é mestre em Direito e doutoranda na mesma área. É reitora do Centro Universitário Fametro, além de mantenedora da FST, instituições que são referência em educação e formação profissional no Amazonas.

“Recebi com muito carinho e satisfação o convite para ingressar na Academia. Quero trabalhar para deixar minha contribuição para o crescimento da entidade e também da literatura e cultura do nosso estado”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui