LIXO ZERO: Ação retirou meia tonelada de resíduos do igarapé do Gigante, no Tarumã

As equipes também percorreram as ruas do bairro para sensibilizar a população para a destinação correta do lixo. FOTO: Divulgação.

MANAUS – |O Coletivo Manaus Lixo Zero, em parceria com as secretarias municipais de Limpeza Pública (Semulsp), e de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), além dos profissionais da plataforma Agentes do Meio Ambiente (AMA), retirou mais de meia tonelada de resíduos do Igarapé do Gigante, no Tarumã. A ação marcou o “Dia Lixo Zero”, mobilização nacional que acontece anualmente, para chamar atenção da sociedade sobre os cuidados com o meio ambiente.

O coletivo também já deu a largada para a Semana Lixo Zero. FOTO: Divulgação.

Além da retirada dos resíduos do igarapé, as equipes da Semulsp desfilaram por algumas ruas com uma carreta repleta de lixo. O objetivo foi sensibilizar a população sobre o impacto de suas ações ao meio ambiente. A embaixadora do Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), em Manaus, Almira Neta, ressalta que é urgente a necessidade de soluções para a destinação adequada dos resíduos sólidos gerados na cidade. “Não podemos mais esperar para agir. Os impactos das ações humanas já são visíveis e pioram a cada ano, com igarapés poluídos, enchentes recordes, entre outros problemas”, disse.

Almira Neta explica que esse é o segundo ano que Manaus participa da mobilização do “Dia Lixo Zero” e os resultados têm sido positivos. “A cidade tem avançado aos poucos, no que diz respeito à destinação dos resíduos. O número de Pontos de Entregas Voluntárias (PEV) aumentou consideravelmente, chegando a 35, mas ainda há muito a ser feito e é preciso que cada pessoa faça sua parte”, destacou.

Os endereços dos PEV’s podem ser consultados no site do Coletivo Manaus Lixo Zero – www.manauslixozero.com.br ou baixando o aplicativo “Manaus Lixo Zero” na Playstore.

Segundo o embaixador do ILZB, em Manaus, o biólogo Daniel Santos, diretora da Damata Consultoria e Projetos, o coletivo já deu início aos preparativos para a “Semana Lixo Zero”, que acontece em outubro. Desde o ano passado essa programação foi incluída no calendário estadual, através da Lei nº 5.514. Antes, a “Semana Lixo Zero” só fazia parte da programação municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui