ILUMINA +: Interior do Amazonas já conta com 30 mil pontos de iluminação pública de LED

Imagem noturna do município de Presidente Figueiredo. FOTO: Júnior Silva.

MANAUS – |O programa de substituição das lâmpadas tradicionais por luminárias de LED no interior do Amazonas já alcançou 50% da meta prevista para ser executada até o final de 2022. Levantamento da Avanço Construções, empresa contratada pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Estado, para executar os trabalhos, mostra que, até a última quarta-feira (31/08), 30,4 mil pontos de iluminação pública de LED foram instalados em 13 municípios e 20 comunidades rurais. A substituição de lâmpadas a vapor de sódio, vapor metálico e mistas pela nova tecnologia começou há pouco mais de três meses.

A meta, até o fim do ano, é implantar cerca de 60 mil pontos de iluminação pública em 27 municípios. “Já estão modernizadas as áreas urbanas de Tefé, Nhamundá, Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Autazes, Urucurituba, Itacoatiara, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo, último município a ter os trabalhos concluídos”, relaciona a coordenadora em exercício da UGPE, Danielle Jaime.

Estudo realizado pela Avanço mostra que, nos primeiros oito municípios onde já é possível mensurar os resultados práticos da substituição das luminárias, houve a redução de quase 27% no consumo de energia, o que representa economia na conta da iluminação pública das prefeituras. A estimativa de economia é de R$ 22,8 milhões, ao longo de dez anos, somente nesses oito municípios. A contribuição ao meio ambiente também é significativa, com a redução da emissão de Carbono (CO2) na atmosfera e retirada de circulação de mercúrio, metal altamente tóxico e poluente.

Além de proporcionar mais luminosidade para as vias públicas, o programa de modernização garante que a luminária instalada esteja adequada às características do ambiente. Durante a execução dos trabalhos no interior do Amazonas, a equipe de engenharia observou que, em alguns locais, havia a defasagem da potência instalada no parque público, ou seja, a luminária que estava em campo não atendia às necessidades da cidade.

“Mesmo com a substituição das lâmpadas inadequadas pelos pontos de iluminação pública de LED ou implantação em locais onde não havia luz, a economia é garantida e pode alcançar até 60%, conforme as características de cada município”, explica um dos engenheiros eletricistas da empresa Avanço, à frente do serviço, Josenaldo Prazeres.

O próximo município a ser contemplado pelo programa é Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus), na calha do Purus, onde serão implantados 2,2 mil pontos de iluminação pública de LED, sendo 24% (531 pontos) em locais onde a população ainda não conta com o serviço básico de iluminação nas ruas, como Walterlândia, Platô do Piquiá, Praia do Gado, Ramal do AABB, Macaxeiral, Centro, Desvio e Maria Leopoldina. Os equipamentos já foram deslocados a Boca do Acre para que os trabalhos iniciem na próxima sexta-feira (02/09)

A modernização da iluminação pública está em fase de conclusão, com mais de 90% executados, no município de Humaitá. Nas comunidades de Novo Remanso e Engenho, em Itacoatiara (a 590 e 176 quilômetros de Manaus, respectivamente), os trabalhos já foram concluídos nesta semana, além de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré.

Outras localidades do interior do Amazonas receberão pontos de iluminação pública de LED ainda este ano, como os municípios de Novo Airão, Eirunepé, Carauari, Benjamin Constant, Tabatinga, e São Gabriel da Cachoeira. Também estão na lista as cidades de Borba, Coari, Codajás, Manacapuru, Iranduba e Beruri.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui