Dia Mundial do Doador de Sangue: FCecon reforça importância da doação à paciente com câncer

Em alusão ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado nesta quarta-feira (14), a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), alerta para importância da doação de sangue para o tratamento do paciente com câncer, que passa por grandes cirurgias, quimioterapia e radioterapia.

A FCecon é uma das unidades de saúde do Amazonas que mais precisa de bolsas de sangue. O hospital realiza cerca de 7.690 transfusões sanguíneas ao ano, o que corresponde a uma média de 641 bolsas de sangue por mês para grandes cirurgias, pacientes que realizam quimioterapia e radioterapia.

As bolsas de sangue são repassadas pela Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) ao Banco de Sangue/FCecon. No setor, elas são cuidadosamente classificadas em seus grupos sanguíneos ABO e RH e acondicionadas em suas temperaturas específicas para atender centenas de pacientes. 

De acordo com o gerente do Banco de Sangue/FCecon, farmacêutico-bioquímico Kleber Brasil, o câncer destrói as células sanguíneas do organismo do paciente. De forma semelhante, segundo ele, a quimioterapia e a radioterapia podem reduzir a quantidade de células sanguíneas. “Muitos pacientes em tratamento contra o câncer necessitam de transfusão sanguínea”, frisa.  

Terapia

A terapêutica utilizada pelo médico, explica Brasil, é a hemoterapia para a correção de anemias, reposição de células sanguíneas, bem como para manter normal a coagulação sanguínea do paciente oncológico. “Ele passa por avaliação médica que poderá definir ou não a necessidade de transfusão sanguínea”, pontua.

Transfusão

Conforme a gerente do Centro Cirúrgico, enfermeira Graça Gondim Albuquerque, o setor é o que mais demanda por bolsas de sangue no hospital. Ela informa que, diariamente, são realizadas 20 cirurgias entre procedimentos de médio e grande portes.

“A transfusão pode ocorrer tanto para o paciente que está na Emergência, que chega com sangramento e precisa fazer uma reposição de células sanguíneas, quanto para o paciente em quimioterapia ou paciente cirúrgico, que é a nossa maior demanda”, diz Albuquerque. 

Doação

Qualquer pessoa com boa saúde, com idade entre 18 e 69 anos, e peso a partir de 50 quilos pode doar sangue. É preciso procurar o Hemoam, localizado na avenida Constantino Nery, 4.397, bairro Chapada, de segunda a sábado, das 7h às 18h. A doação pode ser agendada pelos números (92) 3655-0166 ou 98431-9920 (WhatsApp).

O candidato à doação deve estar bem alimentado e munido de documento de identidade. Jovens de 16 e 17 anos podem doar com autorização formal do responsável ou representante legal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui